sábado, 17 de novembro de 2007

Ask me no questions, i'll tell you no lies

A propósito do acidente com o helicóptero que transportava uma mulher grávida, ontem, nos Açores, lê-se no DN de hoje:

Manobra brusca de 'heli' provoca cinco feridos

“O acidente aconteceu quando dois bombeiros e a equipa médica do Hospital de Angra do Heroísmo (Ilha Terceira) e do Centro de Saúde Velas (São Jorge) já estavam dentro do helicóptero a acomodar Anabela Ávila, grávida de 36 meses, que entrou em trabalho de parto prematuro.”


Se aquele helicóptero transportava uma mulher grávida de 36 meses e ainda assim se considera que entrou em trabalho de parto prematuro, não me parece que a notícia relevante seja o acidente.


Agora, se não se importam, vou mascarar-me de gaja boa e dirigir-me à festa dos 50 anos do meu tio A. Parece que a família lá vai estar toda e eu não vejo a maior parte deles vai para 6 anos. Amanhã venho cá contar-vos quantas vezes tive de responder à pergunta: ”então quando é que te casas?”. Pelo sim, pelo não, já aqui tenho um papelinho com 17 respostas possíveis a essa pergunta. Uma por cada tio/tia e umas extras para algum primo/prima mal casado/a. Espero que não me façam chegar à 17ª resposta. É que não me apetecia nada ter de mandar alguém p’ró ca®@£§o...

3 comentários:

Okelani disse...

Então e os comentários da festa??

Laurentina disse...

Ahahahahahahahahahahahahahahahahaha
Adorei este tu post...fico a aguardar os comentários da festaporque quanto aos 36 meses da gravida açoreana eheheheh nem as burras!!

beijão grande

Okelani disse...

E pá volta... estás perdoada :-))