terça-feira, 24 de julho de 2007

Yves Leterme

Ao contrário da maioria dos blogs que por esta altura anunciam o abrandamento da “postagem” por irem a banhos, por aqui também será menos frequente a minha presença, mas pelo motivo oposto. O trabalho aperta e não deixa tempo para mais nada. Mas o meu pouco tempo não pode servir de desculpa para passar ao lado do acontecimento de que só hoje infelizmente tive conhecimento.
Numa altura em que no maior partido da oposição não se vislumbram candidatos que possam fazer frente ao actual presidente e tendo em conta que nos últimos anos é opinião generalizada que em Portugal não se consegue fazer a renovação da classe política, vale a pena olhar para a Bélgica. Este vídeo é um mimo:



O futuro primeiro ministro, que não sabe o que se comemora no feriado nacional e que, quando lhe é pedido que cante “ La Brabançonne” (hino nacional belga) se sai com “La Marseillaise (hino nacional francês), nem sequer é o único, como poderão ver no vídeo.
Até o Jerónimo de Sousa era capaz de melhor.

2 comentários:

Okelani disse...

Pois é, esta notícia foi-me contada pelo meu belga preferido, que não gostou nada de me ver as gargalhadas.

O "meu" Belga diz que o fulano deve ter feito de propósito. Eu digo, e depois de ter visto as imagens ainda estou mais convencida, que o fulano não fazia ideia do que é a "Brabançonne".

Resumindo e concluindo: cada país tem o seu Bush...

Quem é o Bush Português? Afinal será que a classe politica portuguesa não é a pior de todas???

Jokas e ta quase

nitpicker disse...

Hmm...Não acredito que tenha sido de propósito. Acho que depois o embaraço dele é óbvio. E é grave a figura do Leterme mas não é menos a do Guy Verhofstadt. E já agora podes comunicar ao lado belga da nossa família que hoje o assunto já foi reportagem do Telejornal. And now, for something completely different...three days to go, but who’s counting...I am!!