quarta-feira, 28 de março de 2007

Say teeeeeth

Um dos meus passatempos preferidos é andar a passear pela imprensa internacional. No meio daquelas notícias que constam em tudo quanto é jornal ou canal de televisão há sempre aquelas que, de tão inusitadas, nos chamam a atenção. A de hoje figura no site da CNN. Vem em forma de vídeo e relata a luta de um cidadão de Waterville, Maine, contra um rato. Até aqui nada de extraordinário.
Exasperado com o constante chiar do seu inimigo, resolveu apanhá-lo através de uma espécie de gaiola para se assegurar que não morreria. Colocou-o depois num frasco (“pickle jar”). No dia seguinte não estava lá.
E sabem o que também não estava em cima da mesa de cabeceira deste senhor? A sua dentadura. Um rato vingativo!
Acreditariam se ouvissem isto? Pois eu também não, até ouvir o resto da história.
Bill (desculpem mas não percebi o apelido) continuou na sua perseguição e depois de distribuir pela casa umas quantas ratoeiras investigou atrás de um aquecedor a aí encontrou um buraco de cerca de um metro de profundidade onde estavam...os seus dentes!
Moral da história: não menosprezem os vossos inimigos só porque são pequeninos!
Quanto a mim, bem, posso finalmente ter desvendado o mistério daqueles brincos que desapareceram em casa da minha avó em 1987!

4 comentários:

Anónimo disse...

Olá amiga, então o que aconteceu aos teus brincos...Qt ao rato, estamos falados...tal como os homens, não se medem aos palmos!!!Beijos.R

nitpicker disse...

Oh amigo, nem imaginas tu que tenho uma historia parecida. Ha uns Natais atras em casa da minha avo ofereceram-me uns brincos, muito bonitos por sinal. Como a familia é grande calhou-me o sofa. Depositei os brincos numa pequena mesa encostada a um dos braços do sofa e de manhã não estavam la. Partindo do principio que nenhum dos meus familires tem ataques de sonambulismo durante os quais fana as joias alheias, a teoria do rato foi a que imperou nessa altura. E depois de ouvir esta historia fiquei a pensar se não tera sido isso mesmo. A minha mãe defende a teoria segundo a qual, daqui a uns anos, se lavantarmos o soalho daquala casa os brincos estarão la!talvez um dia se desvende. Jinhos blogueiros

snow disse...

Ele há ratos com cada noia. Uns têm pretensões a beldades, outros é só mesmo pelo gosto de chatear. Vá-se lá saber.
Pelo sim pelo não, dormam sempre com uma ratoeira aos pés da cama.
Jinhos ainda não blogueiros mas quem sabe...

nitpicker disse...

Hmm hmm...esse quem sabe deixa a duvida no ar. amiga snow, força ai a entrar no maravilhoso mundo bloguista. trabalha nesse pensamento. se não quiseres aventurar-te sozinha arranja-se aqui um cantinho! não seja por isso. jinhos!